5 anos de um comentário idiota

Hail Headbanguers do Metal Militia!

Antes de falar alguma coisa sobre o video acima, vale lembrar. A cinco anosmorria o ex-guitarrista do Pantera Dimebag Darrel, vitima de un “fã” que o culpava por ser o responsável pelo fim da banda. Também foi morto um segurança, um roadie e dois banguers.

Lembro que na época, o video acima vez até mais barulho que a propria morte do guitarrista, com comoçao geral dos Headbanguers de todo Brasil mandando o Arnaldo Jabor calar a boca. Lembro que vi este video e fiquei puto e quando começaram a pipocar as noticias que faziam cinco anos da morte do Dimebag a primeira coisa que lembrei foi dessa bosta que o comentarista da Globo falou. Quando vi o video novamente, todo aquele sentimento de ódio voltou a queimar, o que o Jabor fala é um monte de bosta que só mostra que ele não entende e não conhece nada sobre a cena Metal e que se fosse inteligente como como alguns dizem que ele é, não comentaria algo que ele não conhece.

O cara começa falando que o “Rock começou como um canto de alegria e liberdade”. Mentira, o rock quando iniciou era visto como musica do diabo e sempre foi contestadora e vista pelos Aranaldos Jabors da epoca como um culta a anarquia e a banalização do sexo e das drogas.

Depois de uma dançadinha patética para falar dos tempos da brilhantina ele diz que “o Heavy Metal e o Funk vão glorificar o barulho e o ódio” seguido de “é música péssima, sem rumo e sem ideal”. Sem rumo e sem ideal? Nunca o ouvi falando mal dos blocos de carnaval em Salvador com a Ivete Sangalo ou com a Claudia Leite onde todos sabem que rola um GRANDE incentivo ao turismo sexual e alimenta a prostituição de menores de idade. O Metal dentre todas as suas vertentes sempre foi contestador e marcado por letras inteligentes e que refletem e a realidade, talvez não a realidade que ele goste de ouvir. Cito como exemplo a letra do Pile of Corpses – The Pedophilous Santa Claus que foi inspirada numa história real de um tarado que se vestia de Papai Noel pra estuprar criancinhas, mas poderia fazer 50 topicos citando 50 exemplos em cada um.

E pra finalizar a frase que mais marcou: “E hoje chegamos a isso, a essas mortes gratuitas, a cultura e a arte foram embora e só ficou a porrada”. Como todos sabemos o metal em muita de suas vertentes resgata grandes culturas e histórias antigas em forma de sua musica – que por sinal musica é arte – como por exemplo o Amon Amarth que conta com a cultura vivking, que por sinal só tao idolatrada hoje graças as bandas que lá habitam, ou ainda o Grave Digger que fez um Cd inteiro pra falar da guerra de independência da Escócia, e como na paragrafo anterior poderia ficar aqui citando mais e mais exemplos sobre a cultura e o Metal.

Fechando este post só gostaria de falar de algo que realmente me incomoda hoje. Vivemos num epoca em que as pessoas querem achar uma desculpa pra perdoar o camarda que faz merda. Se o cara estuprou e matou quinze mulheres é porque ele foi molestado quando criança, se o cara entoru no cinema e matou todo mundo é porque ele jogava Doom e se o camarada subiu no palco e matou o musico da banda é porque ele simplesmente ouvia Thrash Metal.

O UNICO CULPADO PELA MORTE DE DIMEBAG DARREL É O IMBECIL QUE SUBIU NO PALCO E ATIROU E NÃO O METAL.

Chefe – Metal Militia

PS: Engraçado ele não ter citado que o John Lenon também foi assassinado por um fã que o culpava por coisas parecidas….

Advertisements

One Response to “5 anos de um comentário idiota”

  1. Me lembro quando meu Tio me ligou dizendo o acontecido, no momento eu não tinha acreditado e muito menos entendido o que tinha acontecido na verdade. Enfim, a noite esse “abençoado” vem falar do que não domina e nem se preocupou em pesquisar o mímino possível p/ fazer um comentário inteligente sobre. P/ muitos, o metal de modo geral, pode ser violento, cultivar isso e aquilo, mas só quem sabe é quem esta dentro e se quizer saber pesquise, é o mínimo que pode fazer. Julgar é muito fácil, enxegar o mundo como vemos não é difícil, fácil mesmo é você fingir que nada acontece e que vivemos num “Lindo Mundo Feliz”. As palavras vinda do Jabor não foram felizes naquele momento, mas também foda-se…de gente assim o mundo ta cheio e o que podemos fazer?! Não temos culpa por retardados que fazem o que fazem (massacres sem motivos pondo culpa em filmes, música ou qualquer outra merda). P/ finalizar, vamos celebrar, em memória ao Mestre Dimebag, todo aquele “ódio” produzido por seus RIFFs que vão ficar marcados p/ muito tempo em nossas memórias.

    Abraço,

    Leandro Rodrigues

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: